Pular para o conteúdo principal

Estudo sobre capacete Elmo será publicado no Jornal Brasileiro de Pneumologia

 

A fisioterapeuta Betina Tomaz participou do estudo de viabilidade do capacete Elmo

Um estudo sobre a viabilidade do capacete de respiração assistida Elmo para o tratamento de insuficiência respiratória aguda no contexto da Covid-19 será publicado em uma edição do Jornal Brasileiro de Pneumologia. Uma das autoras do texto é a fisioterapeuta Betina Tomaz, que trabalhou na equipe que desenvolveu o dispositivo e fez as capacitações para seu uso. Os treinamentos são realizados pela Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE), vinculada à Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).

Com o título “Um novo dispositivo de capacete CPAP, o Elmo, no tratamento da insuficiência respiratória hipoxêmica aguda secundária à Covid fora da UTI: um estudo de viabilidade”, o trabalho foi escrito em parceria com um grupo de outros pesquisadores cearenses – entre médicos, fisioterapeutas e engenheiros. No momento, a equipe aguarda o envio da prova do artigo e subsequente publicação da revista científica, com previsão para a edição de janeiro/fevereiro de 2022.

Publicação oficial da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, o Jornal Brasileiro de Pneumologia destina-se à divulgação de artigos científicos que contribuam para o aumento do conhecimento no campo das doenças pulmonares e áreas relacionadas.

>> Saiba mais sobre o Elmo

Betina relembra o período de testes clínicos em pacientes internados no Hospital Estadual Leonardo Da Vinci (Helv) entre junho e outubro de 2020. “Nosso objetivo foi avaliar a viabilidade do uso de um novo dispositivo de CPAP com capacete, o Elmo, para tratar a insuficiência respiratória aguda hipoxêmica (IRpA) secundária à Covid-19 fora da Unidade de Terapia Intensiva (UTI)”, diz.

Os testes do uso do Elmo em pacientes foram desenvolvidos no Hospital Estadual Leonardo Da Vinci entre junho e outubro de 2020

Os testes foram realizados em um grupo formado por homens e mulheres de 37 a 76 anos, todos com comorbidades, e evidenciaram a eficácia do aparelho. Das pessoas tratadas para fins da pesquisa, 60% delas se beneficiaram e não precisaram ser intubadas. “Avaliamos os efeitos agudos da terapia com o ElmoCPAP diante de variáveis fisiológicas, ajustes de parâmetros, tempo de uso, conforto, eventos adversos e outras variáveis”, relata.

Ainda segundo a pesquisadora, os resultados do estudo fundamentam o desenvolvimento de materiais adicionais para avaliação do Elmo para além do tratamento em quadros de insuficiência respiratória aguda causadas por Covid-19. “[O Elmo] pode ser usado em quadros de pneumonia, síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA) e edema pulmonar cardiogênico agudo, além de determinar seu impacto em resultados relevantes, como taxa de intubação, mortalidade, tempo de internação hospitalar e taxa de sobrevivência”, detalha.

Elmo 2.0

Atualmente, o Elmo encontra-se em processo de adaptações para sua versão 2.0. Iniciada em abril deste ano, as atualizações preveem a otimização no monitoramento dos pacientes a partir da implantação de sensores e alertas. Uma equipe de pesquisadores, especialistas e técnicos de instituições dos setores público e privado compõem a força-tarefa. O projeto, com previsão de conclusão para este semestre, conta com financiamento da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap) e do Grupo Edson Queiroz.

O projeto nasceu em 2020, resultado de uma iniciativa conjunta entre Governo do Ceará, por meio da Sesa, ESP/CE e Funcap, além das Universidades de Fortaleza (Unifor) e Federal do Ceará (UFC), e Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/Ceará). O capacete Elmo também conta com o apoio da Esmaltec e do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340