Pular para o conteúdo principal

Construção Civil cearense volta a registrar crescimento em pleno período pandêmico

 

A Construção Civil cearense, após seguidos anos de retração, voltou a registrar crescimento no seu valor adicionado bruto (VAB) – que é o valor que a atividade agrega aos bens e serviços consumidos no seu processo produtivo – durante o período pandêmico, o que ocorreu diante de uma conjuntura econômica relativamente mais favorável à atividade. Em 2020, o setor cresceu expressivos 5,9%, se destacando positivamente em um cenário de retração para o restante da Indústria. Após a fase mais aguda da pandemia da Covid-19 no segundo trimestre de 2020, período que marca a primeira grande onda de contaminação, a atividade da construção iniciou uma trajetória de crescimento que se manteve presente até os meses finais de 2021.

A constatação está no Enfoque Econômico (nº 233 – fevereiro/2022) – Desempenho recente da construção civil cearense, que acaba de ser lançado pela Diretoria de Estudos Econômicos (Diec) do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). De acordo com o analista de Políticas Públicas Witalo de Lima Paiva, autor do trabalho, no segundo semestre de 2020 a Construção Civil melhor aproveitou o processo de retomada local das atividades econômicas, potencializando uma conjuntura particularmente favorável e caracterizada por juros em níveis historicamente baixos; aumento de poupança e redirecionamento da demanda (diante das restrições de mobilidade); e por forte ampliação das transferências governamentais para as famílias.

Witalo Paiva observa, no entanto, que para alcançar o desempenho verificado em 2020 e 2021, os anos anteriores de retrações seguidas (-12,9% em 2016; -11,4% em 2017; -1,8% em 2028 e -1,2% em 2019) também contribuíram, seja materializando uma base de comparação muito deprimida, seja reduzindo por demais a oferta de produtos a ponto de estimular uma recomposição. Ele ressalta que, em 2021, os resultados acumulados, até o terceiro trimestre, sugerem a manutenção dos estímulos para a expansão da atividade, a despeito da continuidade da pandemia e do surgimento de outras restrições não presentes anteriormente (como inflação elevada, alta dos juros, crise energética e instabilidades no cenário político). Entre janeiro e setembro de 2021, a atividade acumula uma expansão de 16,3% na comparação com igual período do ano anterior.

Ele afirma que a intensificação dos investimentos estaduais em 2021 e a manutenção, pelo governo cearense, de uma rede local de apoio ao setor produtivo e às camadas mais carentes da sociedade, ajudam a explicar a manutenção desta dinâmica de crescimento. “Importante destacar, também, que apesar da segunda grande onda de contaminação ocorrida nos meses iniciais de 2021, o segmento da construção continuou funcionando, como ocorreu em 2020”.

O aprendizado anterior quanto à gestão da crise sanitária – ressalta Witalo – permitiu uma melhor diferenciação das atividades econômicas no binômio retorno para economia e risco sanitário (associado ao potencial de contaminação). Além do indicador de evolução do VAB, dados referentes à geração de emprego e ao comércio varejista de material de construção corroboram o crescimento da Construção Civil em 2021, dando sequência ao bom resultado de 2020.

Tendência

O segmento da Construção Civil tem alcançado e conseguido manter um ritmo de crescimento relevante para o contexto atual. O ano de 2021 deve, assim, se encerrar com uma nova alta para evolução do VAB, concretizando dois anos seguidos de expansão. Para este ano, o Analista de Políticas Públicas do Ipece afirma que as expectativas são de crescimento, porém mais modesto diante de um cenário que deverá se manter desafiador. “Por um lado, tem-se o controle maior da pandemia com a vacinação e seu processo de reforço. Soma-se a isso a característica do ciclo econômico mais longo, que pode se materializar no atual momento com o início de projetos de média duração. Localmente, a continuidade dos investimentos públicos estaduais e suas externalidades positivas sobre a dinâmica do setor privado; e a preservação de um ambiente favorável aos negócios devem também contribuir positivamente”.

Já no cenário nacional, o ambiente para formação de expectativas apresentou deterioração nos últimos meses e pode ser percebido pela redução nas previsões de crescimento para o PIB brasileiro em 2022. A taxa de inflação e a taxa de juros em níveis desfavoráveis devem, também, atuar contra o desenvolvimento dos negócios ao longo do ano. Adicionalmente, trata-se de um ano com eleições para presidente, que prometem ser acirradas e influenciar negativamente a formação de expectativas, ampliando as incertezas econômicas e políticas. Para concluir, ele frisa que os resultados recentes são positivos, mas não asseguram o retorno a uma trajetória de crescimento sustentada. Um ambiente econômico instável e nebuloso para a formação de expectativas é relativamente mais danoso para o segmento da Construção Civil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

CARIRI GARDEN SHOPPING

  Para evitar aglomeração e atender a todos que buscam garantir as compras do Natal, as lojas âncoras (C&A, Riachuelo, Renner, Marisa e Americanas) do Cariri Garden Shopping funcionarão com horário diferenciado ao longo da semana. De hoje, 20 de dezembro, até o dia 23, o horário de funcionamento seguirá até às 23h.  Já o Mercadinho São Luiz, estará aberto ao publico nos dias 22 e 23, até às 23h.