Pular para o conteúdo principal

SSPDS desenvolve plano operacional para clássico-rei no Castelão

 Os times do Fortaleza e do Ceará entram em campo, nesta quinta-feira (1º), às 20h30min, na Arena Castelão, em Fortaleza. Para o jogo entre tricolores e alvinegros da 3ª rodada do Brasileirão, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) desenvolveu o plano operacional que será realizado dentro e nas regiões do entorno do estádio. 

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) definiu um esquema especial de segurança para o jogo. A corporação e as outras instituições que compõem as Forças de Segurança do Estado alinharam estratégias de policiamento e de fiscalização, visando proporcionar tranquilidade e ordem pública antes, durante e após a partida. O plano da PMCE conta com fiscalizações internas e externas na Arena Castelão e no entorno do estádio. Serão mais de 400 policiais militares reforçando a segurança da partida. 

Orientações da Polícia Militar

– Conforme a Lei estadual nº 16.873/19 é vedada a entrada, nos estádios e nas arenas desportivas, de pessoas com qualquer tipo de bebida. Logo, os torcedores não poderão ingerir bebida alcoólica em toda a Arena Castelão, inclusive no estacionamento;

-O torcedor também pode contribuir com sua segurança chegando ao local, pelo menos, uma hora antes do início do jogo;

– Para o acesso ao estádio é preciso ter em mãos documento de identificação, ingresso válido e se submeter à busca pessoal;

– Ao fim da partida, a torcida visitante (do Ceará), como é padrão em todos os jogos do Brasileirão, permanecerá no estádio até que a torcida mandante saia;

– O torcedor do Fortaleza que sair pela avenida Deputado Paulino Rocha, além da via normal, terá a opção de virar à esquerda. Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) farão as devidas orientações no local;

– Para o público em geral, é importante lembrar que o trânsito sofrerá alterações, por isso, fique atento. Se possível, procure rotas alternativas para evitar transtornos;

–  A PMCE atuará no desempenho de missão institucional servindo e protegendo a população, mas todos os envolvidos no evento esportivo, direta ou indiretamente, são responsáveis pela segurança e tranquilidade no dia do jogo.

Polícia Civil

Além da Polícia Militar, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) também atuará com duas equipes no clássico-rei. Foram escalados três delegados, quatro escrivães e onze inspetores. O 16º Distrito Policial (DP), unidade da PC-CE que fica na Avenida Alberto Craveiro, 1670 – funcionará em regime de plantão. Os policiais também estarão em serviço no Posto Avançado, que fica dentro da Arena Castelão. A Polícia Civil atuará com apoio do Departamento de Inteligência Policial (DIP) e do Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação.  

CBMCE 

Pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), serão mobilizados 23 profissionais. O reforço contará com uma viatura Auto Bomba Tanque (ABT),  uma ambulância de resgate e uma viatura administrativa. 

Ciopaer

A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS realizará sobrevoos nas áreas próximas ao evento, tendo apoio da Coordenadoria Geral de Operações (CGO) da PMCE e da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da SSPDS. O patrulhamento aéreo será realizado antes e após a partida, com o intuito de dispersar torcidas, identificar e sinalizar eventuais tumultos ou ações delituosas que possam ocorrer. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que