Pular para o conteúdo principal

Alece aprova projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias 2023 e entra em recesso

 Alece aprova projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias 2023 e entra em recesso

Foto: Dário Gabriel
A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou, em sessão plenária nesta sexta-feira (15/07), o projeto da Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2023, um projeto de lei de deputado e um projeto de resolução da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Com a votação, a Casa entra em recesso e retoma os trabalhos legislativos dia 1º de agosto.

O projeto 72/2022, do Poder Executivo, dispõe sobre as diretrizes para a elaboração e execução da lei orçamentária para o exercício de 2023, com receita tributária projetada na ordem de R$ 48,6 bilhões. A matéria trata ainda das disposições relativas à dívida pública estadual, as disposições sobre as alterações na legislação tributária do Estado e sobre as políticas de recursos humanos da administração pública estadual.

Considerando os investimentos e as inversões financeiras, estão previstos, de 2023 a 2025, recursos na ordem de R$ 8,1 bilhões, contemplando projetos como a continuidade da implantação da Linha Leste do Metrô de Fortaleza; restauração e pavimentação de rodovias; expansão da capacidade de transferência de água; Sistema Adutor Banabuiú; execução e supervisão do Cinturão de Águas do Ceará (CAC); construção de barragens e adutoras; instalação de poços; construção do Hospital Universitário do Ceará; expansão da oferta de serviços das Redes de Atenção à Saúde; expansão do VLT Parangaba / Mucuripe / Ramal Aeroporto; e construção de unidades habitacionais.

Há a previsão ainda de o Estado destinar parte de seus recursos para as áreas de saúde, educação, segurança hídrica e segurança pública, com a previsão de investimentos para Implantação de cisternas; ampliação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário; na reforma e implantação de hospitais e escolas, além do aparelhamento e modernização da Segurança Pública Estadual, além de outras políticas de proteção social.

O texto recebeu um total de 65 emendas de parlamentares, das quais 18 foram aprovadas pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Segundo relator da matéria, deputado Queiroz Filho (PDT), as emendas rejeitadas apresentavam inconstitucionalidade ou seu teor já estavam previstas na LDO. “Precisamos de um orçamento possibilite a participação popular, ouvindo e discutindo nas macrorregiões, mas também cobrar a execução no orçamento do que está previsto na LDO”, disse.

Os parlamentares aprovaram ainda o projeto de lei 158/2019, de autoria do deputado Renato Roseno (Psol), que proíbe os postos de combustíveis a abastecerem com gás natural veicular (GNV) os veículos que não apresentarem o certificado de segurança veicular para o seu uso. A matéria foi aprovada com uma emenda de plenário, de autoria do próprio autor, que concede um prazo de 180 dias para a adequação dos postos de combustíveis a nova legislação.

O Plenário aprovou também o projeto de resolução 10/2022, da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), que concede licença ao deputado Elmano Freitas (PT) para tratar de interesse particular pelo período de 120 dias, a partir do dia 15 de julho.

Com a aprovação da LDO 2023, a Alece entra em recesso parlamentar. As atividades serão retomadas no dia 1º de agosto para o início do segundo semestre legislativo.

GS/WR/CG

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que