Pular para o conteúdo principal

Central Única das Favelas (CUFA) lança terceira fase do programa Mães da Favela


Nas etapas anteriores, foram mobilizados mais de R$ 870 milhões, impactando na vida de 16 milhões de brasileiros


A Central Única das Favelas (CUFA) lançou a terceira fase do programa Mães da Favela, no início deste mês. O programa foi criado em 2020, a fim de atenuar o sofrimento de mães solo das favelas e periferias brasileiras, na pandemia.


Em função do alto índice de desemprego e a aceleração da fome, ainda por sequelas do período de isolamento social, a instituição decidiu ampliar o programa que, nas outras fases, mobilizou mais de R$ 870 milhões e distribuiu mais de 50 mil toneladas de alimentos, nas cinco mil favelas do país em que a CUFA tem atuação.


No Ceará, somando as duas primeiras edições, o programa beneficiou 60 mil mães. Nesta fase, a meta é atingir 32 mil mulheres. 


Nesta nova fase, a CUFA pretende impulsionar o projeto CUFA Vale Gás, em parceria com a Petrobras. A atual parceria já está em curso, e alguns moradores de favela já foram contemplados com botijões de gás. 


Além da distribuição de cestas básicas e itens de higiene, a instituição pretende fornecer kits de utensílios do lar para as pessoas afetadas pelas fortes chuvas que já atingiram várias cidades do país, neste ano.


“A vacinação avançou e a economia está sendo retomada aos poucos, mas a pandemia deixou sequelas graves nas favelas. São 33 milhões de brasileiros passando fome. Precisamos reverter esse quadro, e esperamos contar com as mais de 150 empresas que nos apoiaram nesta luta nos outros anos, e com a sociedade civil, que também foi muito importante”, disse o presidente nacional da CUFA, Preto Zezé.


“Nenhum ato é mais solidário do que impedir que um irmão ou irmã passe fome. Precisamos quebrar de vez esse ciclo de violência chamado fome. Muitas dessas pessoas são mulheres que chefiam sozinhas seus lares. Por isso, além das empresas, contamos muito com as pessoas da sociedade civil que podem doar nesse momento. Essas doações também foram muito importantes nas outras fases”, explicou a presidente nacional da CUFA, Kalyne Lima.


Além de doações físicas, nas outras ocasiões, o Mães da Favela forneceu bolsas digitais no valor de R$ 240 para as mulheres que chefiam os seus lares, e chips com internet ilimitada para seus filhos poderem acompanhar o ensino à distância.



As doações podem ser realizadas das seguintes formas:


Pix: doacoes@cufa.org.br


Vakinha online: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-a-cufa-no-projeto-maes-da-favela-cufa-nacional


Site: https://www.maesdafavela.com.br/doar


Conta bancária: 

              CUFA - Central Única das Favelas 

              CNPJ:06.052.228/0001-01

              Bradesco

              Ag.: 0087

              C/C: 5875-0

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que