Pular para o conteúdo principal

CSP recebe siderúrgicos do Brasil, Chile e Argentina para o Encontro de Especialistas em Redução



 

A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) foi sede do Encontro de Especialistas de Redução e recebeu profissionais de diversas siderúrgicas da América Latina nos dias 20 e 21 de julho. O encontro, que acontece a cada quatro meses, proporciona troca de informações técnicas, experiências e networking com os melhores profissionais da área. Estiveram presentes 65 pessoas da ArcelorMittal Monlevade, ArcellorMittal Tubarão, Cap Acero (Chile), Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), Gerdau, Ternium Argentina, Ternium Brasil e Usiminas. É a segunda vez que a CSP sedia o encontro. 

 

A abertura contou com a participação do gerente geral da Aciaria da CSP, Kleber Beraldo, representando o superintendente de Produção, Juarez Sigwalt, e do gerente geral de Redução da CSP, Luiz Messias.  

 

“A colaboração mútua entre as siderúrgicas contribui enormemente para o desenvolvimento do setor e, principalmente, para o crescimento dos profissionais dessa área tão importante na siderurgia que é a Redução. Foi uma honra para equipe da Redução da CSP promover o Encontro de Especialistas, mostrando a grandeza e a pujança que é nossa empresa”, destacou Messias e complementou. “A oportunidade de rever amigos e colegas de siderúrgicas nacionais e da América Latina nos trouxe uma alegria imensurável. Foi importante também perceber o crescente número de mulheres envolvidas nesse maravilhoso mundo da siderurgia, que, até pouco tempo atrás, não tinha muita representatividade feminina.”  

 

Patrícia Torres Ambrósio, engenheira de processo na ArcelorMittal Molevaden, comentou que o evento é bastante aberto e as empresas, mesmo concorrentes, trocam informações de resultados, metas e desafios. É o entendimento de que o setor pode crescer junto e, nesse caso, não tem competição, mas, sim, colaboração.  “Os encontros são sempre muito interessantes. Estava todo mundo sentindo falta do contato. A gente manteve o encontro online, mas é diferente. A troca de experiência é muito maior pessoalmente”, destacou.  

 

“Além da parte técnica, é bastante proveitosa a convivência durante os dois dias de conversas com profissionais jovens e experientes na área de Redução”, destaca Daniel Muzzi Limões, engenheiro de produção da Sinterização da Usiminas.  Daniel achou importante conhecer os bons resultados e os desafios, pois, assim, é possível entender dificuldades semelhantes e ajudar uns aos outros. “Todo mundo tem questões no seu cotidiano, mas é possível compartilhar expertises em favor de todos”, destacou. 

 

Maior fonte de alternativas  

 

O especialista de Alto-forno da CSP, Erik Vieira, conduziu o evento, que é de grande importância para o negócio siderúrgico. “O Encontro de Especialistas representa a maior fonte de alternativas que a área de redução das siderúrgicas pode proporcionar. É uma diversidade de soluções compartilhadas que promovem a robustez de contingências para viabilizar o negócio”. 

 

Ele destaca que percebeu a felicidade dos presentes em cada sorriso, conversa e apresentação. “Foi motivante sentir a presença dos nossos amigos em nossa planta”.  

 

O que é Redução?  

 

Na siderurgia, o processo de Redução consiste na remoção do oxigênio do ferro para ligar-se ao carbono. Até isso acontecer, ocorrem muitos processos químicos e físicos, envolvendo o trabalho de muitas pessoas. Por isso, para fins de classificação de área, considera-se do processo de Redução desde o pátio de matérias-primas (onde são recebidos o minério de ferro, carvão mineral e fundentes) até o Alto-forno, onde ocorre, de fato, a redução para geração do ferro-gusa. O passo seguinte será o processo de aciaria, onde o ferro-gusa se transforma em aço. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que