Pular para o conteúdo principal

É NESTE DOMINGO (24/07): Sesc Ceará traz Danilo Caymmi ao palco do Cineteatro São Luiz



O cantor apresenta repertório de Dorival Caymmi em comemoração aos 85 anos da composição de “O que é que a baiana tem”, de 1938,

que ficou famosa na voz de Carmen Miranda  

 

 

Neste domingo (24/07), o cantor, compositor e músico Danilo Caymmi apresenta “Viva Caymmi” no palco do Cineteatro São Luiz, a partir das 18h. Em formato dramático-musical, o espetáculo convida o público para um passeio pela vida e música de Dorival Caymmi, um dos mais importantes cantores e compositores da história do país. A realização é do Sesc Ceará, por meio do projeto Viva Música. Os ingressos estão à venda no Sympla e na bilheteria do cineteatro. 

 

O público vai poder conhecer melhor as histórias por trás das músicas, parcerias e a trajetória de Dori Caymmi, saindo da Bahia, chegando ao Rio de Janeiro. No palco se revela, então, o marido, pai, amigo, músico, artista multifacetado, além da forma única de olhar a vida e as pessoas, sua permanente fonte de inspiração. Como Caymmi nasceu em 1914 e morreu em 2008, quase um século de histórias são contadas, o que torna a apresentação um grande panorama da música brasileira no século XX.   

 

O espetáculo utiliza ferramentas do teatro que transcendem um show, contando com direção musical de Flávio Mendes e com o ator Nilson Raman como Mestre de Cerimônia. Nos últimos 20 anos, Nilson foi idealizador e Mestre de Cerimônia dos espetáculos da atriz Bibi Ferreira, já tendo contado as histórias de Piaf, Amália, Gardel e Sinatra, ao lado da grande diva.  

 

Viva Caymmi teve sua estreia em 2018, dentro da programação do Conservatório Pernambucano de Música, no tradicional Festival de Inverno de Garanhuns, em sua 28ª edição. Desde então está em turnê nacional, sempre encantando e emocionando as plateias. 

 

Danilo Caymmi 

Considerado o herdeiro direto do talento do pai, Danilo Caymmi está em um grande momento de carreira. Começou a estudar flauta aos 15 anos e logo se firmou como músico e depois como compositor, mas por incentivo de Tom Jobim começou a cantar, “Caymmi é um dos gênios da raça”, afirmou o maestro. Hoje se destaca como um dos grandes intérpretes do País.  

 

Ingressos 

Os ingressos para público geral podem ser adquiridos através do site Sympla ou na bilheteria física do São Luiz nos seguintes valores: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia). Ingressos para clientes com Credencial Sesc estão à venda apenas na bilheteria física do Cineteatro nos valores: R$ 32 (trabalhador do comércio); R$ 48 (empresário do comércio), R$ 54 (conveniado) e R$ 60 público em geral. A classificação indicativa é livre. 

  

Ficha Técnica   

Idealização e Direção artística: Nilson Raman | Texto: Nilson Raman e Flávio Mendes | Direção musical, Arranjos e violão: Flávio Mendes | Roteiro: Danilo Caymmi, Flavio Mendes e Nilson Raman | Solista: Danilo Caymmi | Mestre de Cerimônias: Nilson Raman | Realização: Raman Entretenimentos  

SERVIÇO  

Show | “Viva Caymmi” com Danilo Caymmi  

Data: 24/07 

Horário: 18h 

Local: Cineteatro São Luiz - Rua Major Facundo, 500, Centro (Praça do Ferreira) 

Venda de Ingressos: Na bilheteria física do São Luiz: de terça a sexta (a partir de 04/01) – 9h30 às 18h e sábado - 9h30 às 17h | Vendas online: https://site.bileto.sympla.com.br/cineteatrosaoluiz/  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que