Pular para o conteúdo principal

Junho apresenta melhor resultado dos últimos 29 meses nas mortes provocadas por crimes violentos no Ceará

 O mês de junho de 2022 apresentou o melhor resultado dos últimos 29 meses no balanço dos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) no Ceará. O sexto mês deste ano registrou uma redução de 22,2% em comparação ao igual período de 2021. Foram 275 CVLIS em junho de 2021, que diminuíram para 214 no mês passado, de acordo com balanço contabilizado pela Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp).

Ainda falando sobre o melhor resultado dos últimos 29 meses no Estado, o menor balanço havia sido registrado em dezembro de 2019, quando ocorreram 205 casos. Entre as regiões, a maior retração ocorreu no Interior Norte, com queda de 33,9%, indo de 62 para 41 CVLIs. Já a Região Metropolitana registrou -28%, indo de 75 para 54. No Interior Sul, a redução foi de 27,5%, passando de 69 para 50. Já em Fortaleza, o mês de junho empatou com o mesmo mês de 2021, quando ocorreram 69 CVLIs.

Para manter a queda desses indicadores, a SSPDS trabalha para o enfraquecimento das organizações criminosas. Importante destacar que, ao longo dos últimos quatro anos, R$ 187 milhões em bens, pertencentes a organizações criminosas, foram confiscados no Ceará, o que fortalece esse trabalho de descapitalização. Além disso, há ainda a expansão do policiamento ostensivo, como as instalações de 66 bases do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) e de 65 Centrais de Videomonitoramento com 3.624 câmeras em todo o Estado.

“Esses resultados positivos são frutos de muito trabalho e muita dedicação dos homens e mulheres da Polícia Militar, da Polícia Civil, da Perícia Forense e do Corpo de Bombeiros, que estão nas ruas. É fruto também de muita utilização de tecnologias no combate à criminalidade, como o videomonitoramento, como o Agilis, como o Cerebrum (big data) e também de muita inteligência policial, que passou por toda uma reestruturação aqui no Estado e que já vem dando resultado”, pontua o secretário da SSPDS, Sandro Caron.

O gestor também ressaltou os investimentos feitos pelo Governo do Ceará no aumento de efetivo nas ruas. ”Contamos ainda com vários investimentos do Governo do Estado para recursos de horas extras para a Polícia Civil. Também com acréscimo de recursos para as Irsos (hora extra para policiais e bombeiros militares), aumentando em 30% o número de policiais militares nas ruas. Sabemos que fazer segurança pública é uma missão muito difícil, mas quando fechamos com números positivos, nos mostra que estamos no caminho certo. Temos muito a avançar, sabemos disso. Mas trabalhamos sempre com integração, com trabalho de inteligência, com ênfase em investigação, com tecnologia e valorização e capacitação dos nossos profissionais”, disse.

Importante destacar que na última terça-feira (28), 490 novos policiais civis, entre escrivães e inspetores, foram empossados pela governadora do Ceará, Izolda Cela. No dia 22 de junho, o Governo do Ceará já havia realizado a aula inaugural do Curso de Formação para mais de 2.400 novos policiais militares.

Balanço

No balanço do primeiro semestre de 2022, o Ceará teve uma diminuição de 7,4% nos CVLIs, passando de 1.599, de janeiro a junho de 2021, para 1.481. Já a Região Metropolitana apresentou redução de 22,5%, indo de 481 casos para 373. O Interior Sul também apresentou retração de 9,9%, indo de 352 para 317. Fortaleza e Interior Norte apresentaram variação de 1,1% (446 contra 451) e 6,3% (320 contra 340), respectivamente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que