Pular para o conteúdo principal

Startup baiana expande atividades para apoiar políticas públicas de transformação social em Fortaleza


Com mais de 600 toneladas de resíduos coletadas em ações nacionais, a SOLOS chega à capital cearense para ampliar o compromisso pela sustentabilidade


Focada em promover economia circular e o descarte correto de resíduos, a startup baiana SOLOS expande suas ações e inicia atuação em Fortaleza. Em cinco anos de atividade, a empresa já retirou mais de 600 toneladas de resíduos do meio ambiente e gerou R$1,5 milhão em renda para catadores vinculados às cooperativas parceiras.


A chegada da SOLOS na capital cearense é um marco para a atuação da startup que vai encarar o desafio de estimular a consciência e aumentar os índices de reciclagem na cidade. Atualmente o índice de reciclagem da cidade de Fortaleza gira em torno de 8%, de acordo com a Prefeitura Municipal de Fortaleza (PMF), acima da média do país, que é de cerca de 4%. 


Saville Alves, cofundadora da startup, afirma que a SOLOS vai apoiar a Prefeitura de Fortaleza na operação e gestão de dados de soluções para o estimular o descarte correto pelo cidadão,  aumentar a reciclagem e gerar inclusão para catadores.  


A chegada da SOLOS em Fortaleza representa não apenas um novo território de atuação, mas sobretudo um novo modelo de operação. Esta será a primeira vez que trabalharemos junto ao poder público para a construção de uma política pública consistente de reciclagem. E ficamos superfelizes deste passo acontecer aqui no Nordeste, onde o desafio do lixo causa tantos problemas socioamebintais”, acrescenta Saville.


Em cinco anos de atuação, a SOLOS gerou mais de 200 novos empregos com foco também na diversidade e mudança do cenário socioeconômico. Do total de pessoas contratadas em 2021, majoritariamente os cargos foram ocupados por mulheres (66%), seguido de pessoas auto identificadas como da comunidade LGBTQIAP+ (40%) e autodeclaradas negras (25%). Com a nova etapa de atuação da empresa, a expectativa é que novas oportunidades sejam abertas para fomentar o compromisso com um mundo mais sustentável e limpo, e também promover melhorias nas condições de trabalho de todos atores envolvidos.


Para as amigas, sócias e fundadoras da SOLOS, Saville Alves e Gabriela Tiemy, a nova fase de atuação da startup abre portas para novas atividades e ampliação de ações que já são realizadas em outras capitais, como por exemplo: o Braskem recicla, que atua em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Rio Grande do Sul. E o Folia Que Vira, projeto em parceria com a prefeitura de Salvador que possibilitou a reciclagem dos resíduos gerados durante o carnaval da capital. Em Fortaleza, a startup planeja realizar parcerias comerciais também com grandes marcas investindo em seus projetos, além de alianças estratégicas locais, como a In3Citi, que vai incentivar a iniciativa junto à SOLOS.


A SOLOS espera levar outros cases de sucesso para Fortaleza. Nós temos atuações para descarte correto de grandes eventos, já realizamos a coleta de todo o resíduo de rua do Carnaval de Salvador. Além disso, atuamos com “experiências sustentáveis”, onde temas ligados à economia circular são trazidos de forma lúdica e interativa para proporcionar aprendizado e influenciar a mudança de comportamento”, pontua Saville Alves.


A chegada da startup na capital cearense traz também oportunidades de emprego. Para iniciar a operação em Fortaleza, a SOLOS vai reunir um time local e, por isso, estão abertas as inscrições para três oportunidades: uma nas áreas de gestão e duas para área de mobilização. Os interessados podem entrar em contato via whatsapp (71) 99358-6497 ou pelo e-mail marilia@alimentesolos.com.br.


O trabalho deste time estará relacionado ao dia a dia de mobilização e logística das coletas que serão realizadas, mas atrelado a isso, teremos uma rotina com atividade remotas, com o time geral da SOLOS. Aqui nosso ambiente de trabalho inspira dinamismo, cooperação, afeto e vontade de transformação”, destaca Gabriela Tiemy, cofundadora da SOLOS.



Sobre a SOLOS


Fundada em 2017, quando participaram do Triggers, um programa de pré-aceleração de negócios de impacto, a SOLOS fomenta emprego, renda e engajamento social através das ações lideradas e estruturadas com grandes parceiras, como: Braskem, Nubank, Owens Illinois, Ambev, Heineken, Coca-Cola, Basf, Sebrae

 

Entre as principais atuações da SOLOS destacam-se o Braskem recicla, com mais de 70 toneladas coletadas nos estados do Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Sul, São Paulo. O RODA - um serviço de delivery da reciclagem, em parceria com a MAP, mobiliza moradores e estabelecimentos comerciais a descartarem seus resíduos de forma correta, até o momento já coletou 25 toneladas dos mais diversos tipos de materiais

 

Com grande impacto socioambiental e econômico, outro destaque da SOLOS é o Vidrado, um projeto de sensibilização e coleta de vidro na comunidade de Caraíva, em Porto Seguro, coletou mais de 100 mil garrafas com patrocínio da Heineken e parceria da da Owens Illinois – líder mundial na fabricação de embalagens de vidro e a maior recicladora do material no Brasil.

 

Todas as atividades desenvolvidas pela SOLOS geram indicadores que demonstram desde a quantidade de coleta dos resíduos até o impacto gerado na sociedade, como exemplo: a geração de renda para catadores, cooperados e outras populações em situação de vulnerabilidade; volume de resíduos destinados para a reciclagem, a população conscientizada, entre outros pontos. Com isso, as ações desenvolvidas com a SOLOS reforçam a ideia de que “nada se desperdiça, tudo se transforma”, lema principal da economia circular. 

 

Além disso, como estratégia para disseminar de forma ampla e para os mais diversos públicos, a SOLOS tem parcerias com prefeituras de grandes capitais brasileiras e cooperativas como: Cooperaguary, CAEC, Cooperbari, Camapet, Coopama, Chocolatão, Coopercarga. Outros exemplos de parceiros da startup são: a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (LIMPURB), a Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência, a Secretaria do Meio Ambiente de Salvador e o Ministério Público.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que