Pular para o conteúdo principal

Pacheco diz que Senado não vai acelerar tramitação da PEC da Anistia Proposta aprovada na Câmara isenta multas de partidos políticos

  O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse nesta sexta-feira (12), na capital paulista, que não irá acelerar na Casa o processo de tramitação da Proposta de Emenda Constitucional 9 de 2023, conhecida como   PEC da Anistia , aprovada ontem (11) na Câmara dos Deputados. “Não há de minha parte nenhum tipo de compromisso de ir imediatamente ao plenário do Senado, com qualquer tipo de açodamento [pressa], em relação a essa matéria. Inclusive, cuidarei de poder adotar em relação a essa proposta de emenda da Constituição o que o regimento determina, que é o encaminhamento à comissão própria, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal, para a sua avaliação”, disse em sabatina na Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji). A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, em dois turnos de votação, a PEC que permite o refinanciamento de dívidas tributárias de partidos políticos e de suas fundações, dos últimos cinco anos, com isenção total de multas e juros ac

Prefeitura de Fortaleza realiza abertura do 74º Salão de Abril com homenagem a Leonilson

 Em diálogo com diversos campos criativos das artes visuais, a exposição da 74º edição do Salão de Abril abre para visitação neste sábado (29/04), às 18h, no Centro Cultural Casa do Barão de Camocim. O vernissage, evento de lançamento da mostra, será aberto ao público, com as presenças dos artistas contemplados e da curadoria. A exposição seguirá aberta para visitação, de 02 de maio a 01 de julho, de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e aos sábados, das 10h às 16h. O acesso é gratuito.

Durante o vernissage, os visitantes poderão conferir as obras que compõem a edição de 2023 da mostra, entre instalações, fotografias, pinturas, ilustrações, performances e outros trabalhos. Haverá, ainda, apresentações culturais. O Salão de Abril seguirá com uma programação intensa, repleta de diversas formas de arte, performances, seminários, leitura de portfólio, além de intervenções artísticas que serão realizadas no decorrer da mostra.

O Salão de Abril é um evento cultural de grande importância nacional que acontece há mais de sete décadas em Fortaleza. A mostra é promovida pela Prefeitura de Fortaleza, através da Secretaria da Cultura, e em parceria com o Instituto Cultural Iracema (ICI).

Este ano, a mostra presta uma homenagem a um dos artistas mais importantes do cenário nacional: o cearense José Leonilson Bezerra Dias, ou simplesmente Leonilson. Com uma obra vasta e multifacetada, Leonilson deixou sua marca na arte brasileira, conquistando admiradores por todo o mundo.

74ª edição do Salão de Abril

O 74ª Salão de Abril recebeu inscrições de obras em 9 modalidades: instalação (91 obras), pinturas (66), fotografia (60), videoarte (36), desenho (25), escultura (24), colagem (17), performance (14) e gravura (6). Ao todo, teremos 40 projetos expostos, sendo 36 de artistas do Ceará e 4 de artistas de outros estados do Nordeste. Neste ano, a equipe curatorial é composta pelos cearenses Jonas Van, Galciani Neves e Victor Perlingeiro.

Dos 341 projetos validados para concorrer ao edital, 315 são do Ceará, sendo 251 de Fortaleza e outros 64 de municípios cearenses como Maracanaú, Caucaia, Juazeiro do Norte, Crato, Sobral, Eusébio, Iguatu, entre outros. Foram escolhidos 26 projetos dos estados nordestinos, oriundos de Alagoas, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Confira a lista de artistas de trabalhos selecionados

Para Cássia Campos, presidente do Instituto Cultural Iracema, o Salão de Abril tem um papel fundamental na valorização e no reconhecimento da produção artística da região Nordeste. “Através da seleção de obras e da premiação de artistas, o evento contribui para a difusão da arte contemporânea nordestina, colocando em evidência a diversidade cultural e riquezas criativas da região”, afirma.

“O Salão de Abril é um espaço inspirador em constante transformação que sempre acolhe obras reveladoras. A homenagem a Leonilson enaltece a mostra e resgata o espírito de vanguarda do evento. É um evento fantástico imperdível. Convidamos a todos os fortalezenses e turistas para prestigiarem as artes plurais que estarão expostas”, comenta o secretário Elpídio Nogueira.

“Nos debruçamos sobre os quase 400 processos inscritos e ousamos conviver com o imenso desafio de seleção de trabalhos para serem apresentados na Casa do Barão de Camocim, prédio tombado e com muitas camadas, histórias e questões. A parceria com artistas e com as equipes foi imediata e fundamental para construir uma mostra com diversidade de linguagens, de gestos, de lugares de fala”, assinalam os curadores.

Sobre Leonilson

José Leonilson Bezerra Dias nasceu em Fortaleza-CE, no dia 1º de março de 1957. Em 1961, Leonilson muda-se para São Paulo, ainda pequeno, e logo cedo começa a demonstrar o seu interesse pela arte. Passou pela Escola Panamericana de Arte e depois ingressou no curso de Artes Plásticas da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), entre 1977 e 1980, frequentando as aulas dos artistas Nelson Leirner, Júlio Plaza e Regina Silveira. Em 1979, participa da sua primeira exposição coletiva “Desenho Jovem”, no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo. Ao todo, o artista participou de 282 exposições. O curso da FAAP é abandonado em 1980 e, ano em que ele participa da mostra Panorama da Arte Atual Brasileira/Desenho e Gravura, no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Faz parte do grupo de artistas que revolucionou o meio artístico brasileiro com a retomada do “prazer” da pintura, conhecido como Geração 80.

A obra de Leonilson abrange diferentes formas de expressão, como pintura, desenho, bordado, escultura e instalações. Para a crítica de arte Lisette Lagnado, sua arte era movida pela necessidade de registrar sua subjetividade, sendo suas peças construídas como cartas para um diário íntimo. Durante sua trajetória, Leo criou elementos que se tornaram recorrentes em sua produção, tais como o livro aberto, a torre, o radar, o átomo, o coração, a espiral, o relógio, a bússola e a ampulheta, entre outros.

Foi convidado pela Prefeitura de Fortaleza, em 1984, a participar do projeto Arte Urbana, com a criação em linguagem de tessela da obra Torre na Praia, instalada na Praia de Iracema. No ano anterior, participou da exposição coletiva, na abertura da Arte Galeria, com a curadoria de Dodora Guimarães. Em 1986, aceita convite de Sérvulo Esmeraldo e participa da I exposição internacional de esculturas efêmeras (CE). Leonilson faleceu na casa dos pais, em 28 de maio de 1993, aos 36 anos.

Serviço
Abertura do Salão de Abril 2023
Data: 29/04 (sábado)
Horário: 18h
Local: Centro Cultural Casa Barão de Camocim (Rua General Sampaio, 1632 - Centro)
Funcionamento: de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e aos sábados, das 10h às 16h
O acesso é gratuito

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

CONVOCAÇÃO:

  A SOSERVI - Sociedade de Serviços Gerais Ltda, CNPJ 09.863.853/0010-12, Convoca o funcionário JONAS GADELHA FERNANDES , para comparecer à sede da empresa para resolver assunto de seu interesse. Prazo de 72hs. Endereço: Rua: Dr. Jose Lourenço  – 2530 – Joaquim  Távora

Nota de pesar

  A PRT-7 manifesta o mais profundo pesar pela morte dos servidores aposentados José Maciel da Silva e José Siqueira de Amorim. José Maciel da Silva faleceu em 22 de janeiro. Sua última lotação foi no Setor de Arquivo desta Procuradoria Regional do Trabalho. O servidor José Siqueira Amorim faleceu em 28 de fevereiro e encerrou a carreira na Secretaria da Coordenadoria de 2º Grau. Ao tempo em que se solidariza com os familiares e amigos, a PRT-7 reconhece a valorosa contribuição de ambos enquanto atuaram nesta instituição.