Pular para o conteúdo principal

Vítimas de tragédias esperam cobranças ao Brasil após audiência na OEA Episódios geraram mais de 500 mortos e centenas de desabrigados

  O pedido para que o Brasil seja cobrado a apresentar respostas no âmbito judicial e legislativo deu o tom das intervenções das vítimas de tragédias que participaram da audiência realizada na sexta-feira (12) pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), vinculada à Organização dos Estados Americanos (OEA). Na ocasião,   estiveram em pauta cinco episódios : os rompimentos das barragens em Mariana (MG) e em Brumadinho (MG), os incêndios da Boate Kiss e o Ninho do Urubu e o afundamento de bairros em Maceió. Essas tragédias, que juntas geraram mais de 500 mortes e deixaram centenas de feridos e desabrigados, são decorrentes da exploração de atividades econômicas privadas e, até o momento, não resultaram em nenhuma responsabilização na esfera criminal. O assunto foi discutido no 190º Período de Sessões, que teve início no dia 8 de julho e se encerra na próxima sexta-feira (19). Nessa fase, a CIDH realiza ao todo 34 audiências públicas. O propósito é receber informações sobre a

Comissão de Direito Penitenciário da OAB-CE apoia campanha de doação de livros destinados à população carcerária do Ceará

 A Comissão de Direito Penitenciário (CDP) da OAB Ceará, em colaboração com a Secretaria de Administração Penitenciária do Governo do Estado do Ceará, idealizadora do Projeto denominado “Livro Aberto – Remição de pena pela leitura”, está promovendo uma campanha para arrecadação de livros que serão destinados à população carcerária do estado. Os livros aceitos são de Literatura Brasileira (clássicos, romances e modernos), Literatura estrangeira, bestsellers, religiosos e de autoajuda, que poderão ser entregues na recepção da OAB-CE, de 08h às 17h, até o final do mês de maio.

O Projeto contempla a lei estadual 15.718/2014, que institui a possibilidade da remição de parte da pena da população prisional, através da leitura. Outras edições do projeto ocorreram anteriormente, também com a colaboração da CDP, beneficiando mais de 10 mil internos do sistema penitenciário cearense e a edição atual pretende aumentar este número.

O Presidente da Comissão de Direito Penitenciário, Márcio Vitor de Albuquerque, considera que a referida lei 15.718/2014 é uma forma de retirar os internos da ociosidade, concedendo-lhes dignidade, através da leitura. “Depois de proceder com a leitura dessas literaturas, eles deverão fazer uma resenha das obras, que será analisada por um profissional da Secretaria de Educação. Após isso, o juiz da execução penal será comunicado do fato para avaliar a concessão desse tipo de direito”, explicou.

Márcio Vitor acrescenta que essa campanha está sendo renovada com a participação dos seus quase 70 membros. “Divulgaremos a campanha perante as outras Comissões da OAB-CE e também nas Faculdades e Universidades para que possam aderir ao projeto. Assim, poderemos contribuir com o maior quantitativo possível de obras, porque entendemos que essa é uma forma de poder realmente dar um mínimo de dignidade e ressocializar o preso”, finalizou.

A advogada e membro da CDP, Michely Oliveira, entende que os livros arrecadados pelo projeto, além da possibilidade de remição da pena dos internos, “também poderão servir-lhes como passatempo durante o período na prisão e para o aprendizado individual, através do hábito da leitura. Acredito que esse projeto certamente irá contribuir para o objetivo da nossa Comissão, que é melhorar a qualidade do sistema prisional”, declarou.

 

PROJETO “LIVRO ABERTO”

O projeto Livro Aberto visa facilitar o cumprimento da lei estadual n° 15.718/2014, a qual prevê remição da pena por meio da leitura. De acordo com informações da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), o interno escolhe, a cada mês, uma obra literária dentre os títulos selecionados para a leitura. O apenado tem o prazo de 21 a 30 dias para apresentar o relatório de leitura ou resenha. O relatório deve ser elaborado de forma individual, presencial, em local adequado. A resenha que atingir a nota igual ou superior a 6,0 é aprovada pela Secretaria de Educação do Estado do Ceará (Seduc). Depois, é levado para a vara judicial para ser avaliado sobre a redução da pena.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

CONVOCAÇÃO:

  A SOSERVI - Sociedade de Serviços Gerais Ltda, CNPJ 09.863.853/0010-12, Convoca o funcionário JONAS GADELHA FERNANDES , para comparecer à sede da empresa para resolver assunto de seu interesse. Prazo de 72hs. Endereço: Rua: Dr. Jose Lourenço  – 2530 – Joaquim  Távora

Nota de pesar

  A PRT-7 manifesta o mais profundo pesar pela morte dos servidores aposentados José Maciel da Silva e José Siqueira de Amorim. José Maciel da Silva faleceu em 22 de janeiro. Sua última lotação foi no Setor de Arquivo desta Procuradoria Regional do Trabalho. O servidor José Siqueira Amorim faleceu em 28 de fevereiro e encerrou a carreira na Secretaria da Coordenadoria de 2º Grau. Ao tempo em que se solidariza com os familiares e amigos, a PRT-7 reconhece a valorosa contribuição de ambos enquanto atuaram nesta instituição.