Pular para o conteúdo principal

Políticos e entidades criticam manutenção de juros básicos Para setor produtivo, decisão do BC prejudica recuperação econômica

  A decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de interromper o ciclo de cortes da taxa Selic, juros básicos da economia, recebeu críticas de políticos e do setor produtivo. Na avaliação deles, a manutenção dos juros em 10,5% ao ano prejudica a recuperação da economia. Em postagem na rede social X (antigo Twitter), a presidente do PT, deputada federal Gleisi Hoffman (PR), classificou de injustificada a decisão do Copom. “Não há justificativa técnica, econômica e muito menos moral para manter a taxa básica de juros em 10,5% [ao ano], quando nem as mais exageradas especulações colocam em risco a banda da meta de inflação. E não será fazendo o jogo do mercado e dos especuladores que a direção do BC vai conquistar credibilidade, nem hoje, nem nunca”, criticou a parlamentar. Para a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a decisão do Copom foi inadequada e excessivamente conservadora. Na terça-feira (18), a CNI tinha pedido que o BC continuasse a cortar os juros básicos da economia.

*NANO Hotéis abre alta temporada apresentando novidades no Ceará*

 



O mercado de turismo e hotelaria segue forte no retorno dos negócios pós pandemia. É o caso da NANO Hotéis, especializada em administração hoteleira que possui unidades em várias cidades do litoral cearense. A rede apresentou, recentemente, o novo diretor comercial, André de Sá, ex-Decolar.com e com vasta experiência no setor.


“Estamos num momento crucial de tomada de atitudes para seguirmos num movimento crescente, forte e estável dos negócios em hotelaria. Foi por isso que decidimos fortalecer a equipe comercial com a chegada do André, que traz na sua bagagem um conhecimento indiscutível para isso”, reforça Renan Uchôa, diretor da NANO Hotéis.


*Maré boa*

A rede também está iniciando, neste mês de junho, uma nova operação na praia de Icaraizinho de Amontada, completando, assim, seu quarto hotel no litoral Oeste do Ceará. A NANO possui também duas unidades na paradisíaca Jericoacoara, Mahí e Hippopotamus, que foi a primeira pousada da vila; e na praia do Preá, que desponta como um dos destinos mais badalados do país, o Ventana Hotel, que hoje está entre os mais procurados.

 

Criada em agosto de 2020 pelo executivo Renan Uchôa, a rede NANO Hotéis conta ainda com o Almai Cumbuco, antigo Hotel Golfinho, no Cumbuco, e o D8 Hotel Express, no Meireles, em Fortaleza, cidade que apareceu em levantamento do Decolar.com como o destino mais procurado no Brasil para as férias de julho.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

CONVOCAÇÃO:

  A SOSERVI - Sociedade de Serviços Gerais Ltda, CNPJ 09.863.853/0010-12, Convoca o funcionário JONAS GADELHA FERNANDES , para comparecer à sede da empresa para resolver assunto de seu interesse. Prazo de 72hs. Endereço: Rua: Dr. Jose Lourenço  – 2530 – Joaquim  Távora

Nota de pesar

  A PRT-7 manifesta o mais profundo pesar pela morte dos servidores aposentados José Maciel da Silva e José Siqueira de Amorim. José Maciel da Silva faleceu em 22 de janeiro. Sua última lotação foi no Setor de Arquivo desta Procuradoria Regional do Trabalho. O servidor José Siqueira Amorim faleceu em 28 de fevereiro e encerrou a carreira na Secretaria da Coordenadoria de 2º Grau. Ao tempo em que se solidariza com os familiares e amigos, a PRT-7 reconhece a valorosa contribuição de ambos enquanto atuaram nesta instituição.