Pular para o conteúdo principal

SETOR DE TRANSPORTE CELEBRA DIA MUNDIAL SEM CARRO COM PASSEIO CICLÍSTICO

Dia 22 de setembro é celebrado o Dia Mundial Sem Carro. E para marcar a data, o Sest Senat Fortaleza e o Sistema Fetrans realizam dia 23 de setembro (domingo) o Circuito Ciclístico Sest Senat, com saída às 7h30min da Arena Castelão. O evento tem o objetivo de promover momentos de lazer e melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores do transporte, seus dependentes e comunidade em geral. Serão 17 etapas com passeios de 8 km e 12 km em diferentes cidades do Brasil. Os participantes receberão um kit contendo sacochila, camisa e sinalizador para a bicicleta que deverão ser retirados no dia 22 de setembro, das 8h às 20h, na sede do Sest Senat Fortaleza (Rua Dona Leopoldina, 1050 – Centro). Para receber o público participante, estimado em 800 pessoas, será montada uma grande arena no estacionamento da Arena Castelão, com guarda volumes, espaço infantil, tenda de convivência, tenda pós prova, posto médico, banheiros químicos, palco, pórtico de largada e chegada, além do sorteio de 03 (três) bicicletas e diversos outros brindes. São parceiros do Sest Senat e Sistema Fetrans na ação, o Sindiônibus, Setcarce, Hoco Sports, Speciale Pães e João Ciclo. Serviço: Circuito Ciclístico Sest Senat Fortaleza Dia: 23 de setembro de 2018 Hora: Largada às 7h30min Local: Estacionamento Arena Castelão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…