sábado, 27 de outubro de 2018

Preparação psicológica é fundamental para estudantes que vão fazer o Enem 2018


Nesta reta final, em que os alunos estão em contagem regressiva, o Master preparou uma noite inteira com programação descontraída de revisão para a prova

Tensão. Medo. Ansiedade. Estes são alguns dos fatores que podem prejudicar os estudantes que estão em preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio - Enem 2018, cuja primeira fase será no próximo dia 4 de novembro. Além de estar com todo o conteúdo em dia, é preciso ficar atento aos cuidados emocionais que o período exige para evitar que o nervosismo ou até mesmo a falta de confiança possa atrapalhar o desempenho na hora da prova.

“Para muitos adolescentes o Enem é uma prova decisiva, é ali que eles estão decidindo seu futuro e muitos acreditam que estão escolhendo ‘ o que vão ser para o resto da vida’. Essa resolução e pressão, muitas vezes interna, geram sentimentos como desamparo, angústia e ansiedade”, destaca Ylanna Ribeiro, psicóloga do Serviço de Orientação Educacional e Psicologia (SOEP) do Colégio Master.

O acompanhamento psicológico e psicopedagógico durante esse processo é fundamental. ”É normal sentir-se ansioso nas proximidades de uma prova tão importante e decisiva. Uma maneira de controlar a ansiedade é fazer um exercício de reflexão sobre tudo o que foi estudado, reconhecendo todo seu esforço, com a certeza de que tudo vai valer a pena. Chegar no horário, conferir o local de prova e usar as estratégias treinadas nos simulados são outros pontos importantes para controlar a ansiedade”, ressalta Ylanna.

Ainda de acordo com a psicóloga, os pais têm um papel importante no controle da ansiedade antes da prova. “O apoio da família nessa fase é essencial. Colocar-se à disposição neste momento de angústia, ouvir os anseios e até mesmo mostrar que é apenas uma etapa da vida são formas de ajudar. O estudante precisa entender que este é apenas um ciclo e que vários outros virão”, explica.

Os últimos dias antes da prova são apenas para revisão, mas relaxando entre uma matéria e outra para evitar o surgimento da ansiedade. "Manter uma rotina de estudos com uma atividade de lazer seria uma boa dica para esse momento", pontua a psicóloga.



0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.